A FAMÍLIA MARIMBONDO 

Pelotas, 2016


O texto A Família Marimbondo, escrito por João Simões Lopes Neto e assinado sob o pseudônimo Serafim Bemol, foi publicado em formato de folhetim no ano de 1900 e transformado em livro em 2016, ano do centenário de morte do autor. Com 64 páginas e edição de luxo, o livro conta também com textos do escritor Aldyr Garcia Schlee e do jornalista e escritor Klécio Santos.

A FAMÍLIA MARIMBONDO 

Pelotas, 2016


O texto A Família Marimbondo, escrito por João Simões Lopes Neto e assinado sob o pseudônimo Serafim Bemol, foi publicado em formato de folhetim no ano de 1900 e transformado em livro em 2016, ano do centenário de morte do autor. Com 64 páginas e edição de luxo, o livro conta também com textos do escritor Aldyr Garcia Schlee e do jornalista e escritor Klécio Santos.

A FAMÍLIA MARIMBONDO 

Pelotas, 2016


O texto A Família Marimbondo, escrito por João Simões Lopes Neto e assinado sob o pseudônimo Serafim Bemol, foi publicado em formato de folhetim no ano de 1900 e transformado em livro em 2016, ano do centenário de morte do autor. Com 64 páginas e edição de luxo, o livro conta também com textos do escritor Aldyr Garcia Schlee e do jornalista e escritor Klécio Santos.

A FAMÍLIA MARIMBONDO 

Pelotas, 2016


O texto A Família Marimbondo, escrito por João Simões Lopes Neto e assinado sob o pseudônimo Serafim Bemol, foi publicado em formato de folhetim no ano de 1900 e transformado em livro em 2016, ano do centenário de morte do autor. Com 64 páginas e edição de luxo, o livro conta também com textos do escritor Aldyr Garcia Schlee e do jornalista e escritor Klécio Santos.